301259-entrevista-entenda-o-que-e-a-osteoporose-e-quais-os-riscos-dela-para-coluna

Osteoporose: como tratar, sintomas e prevenção

É muito importante saber como prevenir e como tratar a osteoporose. Infelizmente, esta doença provoca o enfraquecimento dos ossos e pode inclusive antecipar a morte.

Alguns fatores de risco são a predisposição genética, o envelhecimento, dietas pobres em cálcio, sedentarismo, abuso de álcool, tabagismo, menopausa, uso abusivo de corticoides, diabetes e disfunções na tireoide. Segundo a Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo, cerca de 10 milhões de brasileiros são acometidos com a osteoporose.

Os sintomas não são facilmente detectáveis e a doença geralmente é diagnosticada já em estado avançado, decorrente de dores crônicas devido a alguma deformação do osso ou fraturas. Por isso a prevenção é tão importante.

Continue a leitura para entender como tratar a osteoporose e saber algumas formas de prevenir.

Sintomas da osteoporose

Como dito acima, os sintomas geralmente não são facilmente detectáveis. Isso porque normalmente a pessoa descobre a doença em uma radiografia após sofrer fraturas. Por isso, é importante ficar atento em caso de fraturas constantes – principalmente se elas acontecerem sem movimentos bruscos ou intensos.

No caso de pessoas com fraturas na coluna vertebral, mesmo sem sintomas, há uma perda de estatura. Caso essa redução seja de mais de 2 cm em um ano, é preciso buscar auxílio médico, pois pode ser um sintoma de osteoporose.

Como tratar a osteoporose

A perda de massa óssea se dá quando as células formadoras dos ossos trabalham mais lentamente do que aquelas que reabsorvem os tecidos ósseos. Quando a osteoporose já está instalada, muito dificilmente apenas ajustar a ingestão de cálcio e vitamina D por meio de dieta será suficiente. Cada caso requer um tipo de tratamento.

O tratamento da osteoporose pode passar por medicamentos orais e injetáveis para diminuir o risco de fratura. Também existem remédios para diminuir a velocidade de reabsorção óssea (retirada de cálcio do osso). Outra maneira bem comum – a depender do caso – é a inclusão de suplementos de vitamina D e cálcio.

Apesar de não ser possível curar completamente a fragilidade óssea, o tratamento é capaz de reverter significativamente a doença. Casos muito graves são realmente difíceis de serem revertidos, mas de maneira geral os tratamentos são bastante efetivos no que diz respeito a minimizar as consequências da osteoporose.

Prevenção

Como sempre, manter hábitos saudáveis é a melhor maneira de prevenir a osteoporose. Manter uma dieta rica em cálcio, se expor ao sol em níveis adequados e exercer uma atividade física regular ajuda – e muito – na prevenção.

Além de melhorar a densidade óssea, o exercício físico ajuda a regular o desempenho muscular, reduzindo o risco de quedas e fraturas. Invista na prática de exercícios aeróbicos e musculação, a fim de estimular as células ósseas.

Claro: há a genética, como dito no início, como um fator de risco. Por isso, pode ser possível que a osteoporose te alcance, mesmo seguindo um estilo de vida saudável. Porém, é possível que a doença chegue bem mais tarde e com menos intensidade.

A Viver existe para ajudar a manter o bem estar e uma rotina saudável para a pessoa idosa. Entre em contato e conheça nossos serviços!

Tags: No tags

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *