Handsome old man talking to the dendist. Two man in the dentist's office

Cuidar da saúde bucal previne doenças

A saúde bucal é um forte indício para demonstrar como estão a saúde geral, o bem-estar e a qualidade de vida do paciente. A falta de cuidados orais pode resultar em uma série de doenças e condições que incluem cárie dentária, doença periodontal (gengiva) e perda de dentes. 

Segundo um artigo feito por pesquisadores dos Estados Unidos e do Reino Unido, as cáries não tratadas em dentes permanentes foram o problema de saúde que mais afetou pessoas no mundo em 2010, atingindo cerca de 2,4 bilhões de pessoas. Um estudo do Global Burden of Disease Study de 2019 evidenciou que quase 100 milhões de brasileiros apresentaram pelo menos um distúrbio bucal em 2019, o que correspondia a cerca de 45,3% da população na época.

A maioria das enfermidades e condições bucais podem agravar, ou serem agravadas por, algumas ​​doenças como as cardiovasculares, o câncer, doenças respiratórias crônicas e diabetes. O uso de tabaco, consumo de álcool e dietas pouco saudáveis são fatores que contribuem para o surgimento de doenças na boca.

Segundo a World Health Organization, a diabetes está relacionada ao desenvolvimento e progressão da periodontite. Além disso, existe uma relação causal entre o consumo excessivo de açúcares e o desenvolvimento de diabetes, obesidade e cárie dentária.

Prevenção e cuidados relativos à saúde bucal

A quantidade de doenças bucais pode ser reduzida por meio do auxílio ao idoso por parte dos familiares, especialmente em dicas que podem se tornar hábitos para serem colocados em prática pelo próprio paciente ou por quem o acompanha em seus cuidados diários.

Entre esses cuidados que devem ter, estão:

A promoção de uma alimentação equilibrada, com redução de açúcares e que seja rica em frutas e legumes, privilegiando a água como principal bebida.

Fazer uso do fio dental para remover a placa bacteriana e restos de alimentos em locais que a escovação não consegue atingir com facilidade.

Limpeza da prótese dentária, pois nela também ficam alojados resquícios de alimentos que podem ocasionar infecções na gengiva.

Evitar o uso de todas as formas de cigarro e suas variações.

Redução do consumo de álcool.

O incentivo ao uso de equipamentos de proteção ao praticar esportes e andar de bicicleta e motocicleta, para reduzir o risco de lesões faciais.

Tratamentos com flúor, sob orientação profissional, como fator essencial na prevenção da cárie dentária.

A escovação dos dentes duas vezes ao dia com creme dental e visitas regulares ao dentista.

Contudo, uma boa saúde bucal não pode ser negligenciada, pois, como vimos, ela evita o surgimento de diversas doenças do trato oral e o aparecimento (ou agravamento) de outras enfermidades que podem comprometer outros órgãos e sistemas.

A Viver possui cuidadores para garantir a saúde do seu familiar que tem dificuldades de realizar suas atividades básicas diárias. Entre em contato e receba uma proposta. 

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *