cuidar do familiar

Falta tempo para cuidar do familiar?

Chega um dia em que o processo se inverte. Antes, enquanto crianças e jovens, nós éramos cuidados por algum parente; com o passar dos anos, chega a nossa vez de cuidar do familiar, que normalmente são os nossos pais.

Quando adultos, muitas pessoas continuam próximas de seus pais, mantendo laços afetivos e sendo solidários às suas necessidades. Porém, a vida adulta costuma vir acompanhada de diversas obrigações como trabalho, estudos, serviços domésticos, filhos etc.

Essa realidade faz com que muitos filhos se deparem com dificuldades de organizar seu tempo para cuidar do familiar, pois encontram-se muito atarefados na fase da vida que coincide com o envelhecimento dos familiares.

 

A ajuda profissional para cuidar do familiar é uma solução

cuidar do familiar

Não é necessário abdicar dos compromissos pessoais para cuidar do familiar que precisa de ajuda. Contratar auxílio profissional pode ser uma boa solução.

O cuidador está habilitado para dar atenção ao seu familiar e suprir todas as suas necessidades que são voltadas para a obtenção de uma melhor qualidade de vida. Mesmo em meio à correria do dia, você fica tranquilo sabendo que o seu familiar está bem acompanhado em suas atividades cotidianas.

É importante salientar que o profissional especializado não tem o papel do familiar. O filho não vai – e não deve – parar de visitar seus pais e ter momentos juntos. O papel do profissional é auxiliar e realizar as atividades necessárias com a pessoa para garantir a sua qualidade de vida.

Há uma outra característica ligada ao cuidado de familiares – especialmente os idosos – que costuma justificar a necessidade de ajuda profissional. Eles costumam apresentar limitações físicas e mentais que tornam contra indicada a permanência deles sozinhos em casa. Cuidadores estão aptos a lidar com essas necessidades especiais, os mantendo mais confortáveis.

 

Resistência em receber cuidados

Muitos idosos são resistentes aos cuidados profissionais, fazendo com que os filhos não saibam como contornar a situação. Nesse caso, por meio de uma conversa, deve-se buscar convencer o idoso sobre a sua situação e deixar claro todos os benefícios que ele terá ao ser cuidado por profissionais especializados. 

A conversa permite demonstrar para o seu familiar que há preocupação com o bem estar dele. Inclusive, é possível permitir que a pessoa participe do processo de escolha de seus cuidadores.

Quando contribuem, sem a necessidade de impor os cuidados, pais e filhos evitam conflitos e encontram a melhor solução para as necessidades da família.

Leia também: Como convencer o idoso a aceitar um cuidador

Uma sugestão é que se combine com o idoso um “teste”, para ele experimentar, se acostumar e perceber os benefícios de um cuidado mais próximo. Os filhos, por outro lado, devem entender e mostrar para os pais que é mesmo necessário  um tempo para adaptação.

Compreendemos as dificuldades que você pode se deparar para oferecer cuidados e atenção aos seus familiares. Por essa razão que a Viver existe, pois queremos cuidar, com amor e carinho, das pessoas que você ama, oferecendo o que de melhor existe quando se trata dos cuidados aos idosos.Entre em contato com a gente clicando aqui, será um prazer para toda a nossa equipe ajudar a sua família!

Tags: No tags

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *